Resenha: Novembro, 9

Título: Novembro, 9
Autor(a): Colleen Hoover 
Páginas: 349
Editora: Galera Record
 Sinopse:
Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?

Resenha:
Precisamos falar sobre Novembro,9.
Gosto de começar esclarecendo fatos, eu peguei o livro em mãos para ler a sinopse e de cara torci o nariz, e o porque? achei a premissa um pouco parecida com "Um dia" e minha relação com esse livro foi de amor e ódio. Mas não podia deixar de ler, era Colleen Hoover ali, e é muito feio julgar algo sem ler. E sabe de uma coisa? Eu teria ficado mortinha de arrependida se não tivesse me jogado de cabeça nesse livro, ali naquele exato momento. 
Quem já leu algum livro da CoHo sabe que tem drama, romance e sempre aquela boa reviravolta que é pra testar os coraçõezinhos dos leitores, nesse é claro não podia faltar.
9 de Novembro,
 uma data qualquer, para qualquer pessoa, menos para Fallon que aos 16 anos passou por uma experiência terrível, vítima de um incêndio acidental onde resultou em cicatrizes em boa parte do lado esquerdo do seu corpo, marcas que não ficaram só expostas na pele,  mas também
 atingiram a alto estima e destruíram a promissora carreira de atriz da garota. Dois anos depois do acorrido, no "aniversário do acidente" Fallon encontra-se com o pai em um restaurante e anuncia que está de partida para Nova York, mas como o típico pai alienado que fala o que quer, desestimula a filha deixando claro que a "aparência" da mesma não é mais favorável para conseguir algum papel. Ben que estava sentado próximo e ouvindo toda a conversa decide então interferir, fingindo ser o namorado de Fallon e colocando o pai dela em seu devido lugar. E é a partir desse dia que a vida deles muda, a atração entre os dois é tão palpável que Fallon e Ben passam o resto do dia juntos, difícil mesmo é a despedida pois Fallon não muda seus planos e naquela noite estaria se mudando para Nova York para fazer testes de elenco e trabalhar com áudio books; Para não perderem a conexão que tinham estabelecido em tão pouco tempo eles decidem se encontrar todos os anos naquela mesma data. Ben aspirante a escritor promete escrever um livro onde eles protagonizariam a estória que seria desenvolvida nesses 5 encontros anuais.
E se nos encontrássemos de novo no ano que vem, no mesmo dia? Todos os anos, faremos isso por cinco anos. Mesma data, mesma hora, mesmo lugar. Vamos continuar de onde paramos esta noite, mas só nesse dia. Vou saber se você está fazendo seus testes de elenco e posso escrever um livro sobre os dias que passamos juntos.
 Nove de novembro passou de "o dia do incêndio" para o dia do encontro. O livro é alternado entre Ben e Fallon a cada 9 de novembro tem a narração de ambas as partes o que deixa o livro mais interessante pois conseguimos saber o que eles estão pensando um sobre o outro. O livro é um misto de emoções pois eles ficam inseguros antes de cada encontro, e não é pra menos, passar um ano longe de uma pessoa, sem saber nada o que se passa com ela, é no mínimo perturbador. 

 Durante os encontros podemos perceber o quanto um faz bem ao outro, Ben faz com que Fallon não se sinta "danificada", ela aprende a se amar do jeito que é, e encarar suas cicatrizes com outros olhos, sabendo que ela tem que agradecer por estar viva. Fallon faz Ben se sentir como nunca havia se sentido com outra garota, ele tem vontade de melhorar, ser alguém melhor, cada encontro fortalece o que eles sentem. 
Mas nem tudo são flores e nesse livro existe sim um enorme plot twist (é uma mudança radical na direção esperada ou prevista da narrativa de um romance, filme, série etc ) O que pode mudar drasticamente o rumo da estória, meu eu dramático amou.

Quotes favoritos:
- Uma das coisas que sempre tento lembrar a mim mesma é que todo mundo tem cicatrizes. Muita gente tem umas ainda piores do que as minhas. A única diferenteça é que as minhas são visíveis e a da maioria das pessoas, não.
Tomara que riam de você, Fallon. Se as pessoas estão rindo de você, significa que você está dando a cara a tapa para ser motivo de riso. Não é todo mundo que tem coragem de se quer dar esse passo.
A única coisa em que não poderia ter sido mais sincero foi sobre sua beleza. E, sim, você tem cicatrizes. Mas quem vê suas cicatrizes antes de ver você não a merece. Espero que você se lembre disso e acredite. Um corpo é simplesmente uma embalagem que guarda os verdadeiros dons que contém. E você é cheia de dons. Altruísmo, gentileza, compaixão. Todas as coisas que importam. 
 OBS:

Essa música se chama November 9 do Griffin Peterson é a trilha sonora do Ben e da Fallon 
podem ficar a vontade para se viciar, assim como eu ♥



XOXO 
Abraços e beijos da Tay

Resenha: O inverno que não acabou


Título: O inverno que não acabou e outros contos
Autor: Adriano de Andrade
Páginas: 141
Editora: Talentos da Literatura Brasileira


 Sinopse:
Um homem lutando contra as suas – amargas – lembranças; um psicopata oculto perturbando sua vítima em um cenário obscuro; dois mundos distintos que seguem caminhos paralelos e quase se cruzam; um erotismo imaginário preenchido com sofrimento alheio; o sonho perdido de uma criança e o vício na vida de um gênio. Elementos que compõem as narrativas curtas deste livro; uma seleção de contos para colocar suas sensações à flor da pele. Em um universo que percorre diferentes cenários relacionados às aflições que cercam o indivíduo, O inverno que não acabou e outros contos revela a eterna alternância dos sentimentos que resumem a esperança e a descrença na atitude humana.

Resenha:


Olá Olá Sonhadores, hoje vou falar (depois de décadas que não apareço por aqui) sobre um livro de contos, fazia muito tempo que eu não lia contos sabe, e quando me deparei com este livro e sua sinopse , pensei "preciso tirar o atraso e nada melhor do que um livro com uma sinopse atrativa e uma capa misteriosa ♥"
O primeiro conto do livro, leva o nome do título da obra e é simplesmente maravilhoso, o personagem descreve a sua infância e como tudo se transforma da água para o vinho,  por conta da relação conflituosa dos seus pais, e isso mostra como um casal , que cria seus filhos em um ambiente de brigas e desentendimentos acaba afetando indiretamente aqueles que o cercam. O incrível é a criação do cenário, como você começa a imaginar as coisas a partir da descrição do personagem, e tudo de repente muda.
"Por todos os cantos da casa,eu só via escuridão. Era um tempo em que o vento se mostrava impiedoso..." Conto 1- O inverno que não acabou.
Obviamente não irei citar cada conto, mas devo deixar claro que alguns me deixaram mais pensativas do que outros, e ao fim de cada um, meu sentimento era diferente, uns eu terminava com um sorriso no rosto, outros me davam certa angustia, outros eu ficava imaginando uma continuação e assim vai. 
Outro conto que me deixou impressionadíssima com o livro foi "Drywall" sabe quando você esculta algo ou ver algo por partes e não sabe o que de fato estava sendo dito ou acontecendo e sua mente começa a buscar uma explicação ou começa a pensar em cada detalhe do que poderia está ocorrendo ? Tenho certeza que todos já passaram por isso, a mente é uma fábrica de "criação de histórias" e nada mais ousado do que a mente humana. No conto Drywall, acontece algo parecido, não posso descrever o que, pois é o ápice do conto, mas posso revelar que as vezes nem sempre o que imaginamos que possa está acontecendo, seja realmente aquilo.


Outro conto que me fez ficar de certo modo "perturbada, angustiada"  foi " A maçaneta branca" pois um homem recebe um pedido de serviço, a pintura de uma casa, um pouco estranho de fato; Pois ele nunca viu ou soube quem o contratou, mas mesmo assim aceitou o  trabalho, esse conto é o mais longo do livro, imaginei que fosse ser cansativo, mas pelo contrário, foi instigante, pois ele tinha 7 dias para pintar a casa e a mesma tinha 7 cômodos e durante todos os dias ele recebia uma carta e a cada dia que se passava as cartas ficavam mais estranhas e terroristas. Como "não trocar de roupa durante a pintura, ou pintar apenas um cômodo por dia, e a cor da casa, totalmente preta" entre outras ordens mais ousadas que não irei revelar. 

Outros contos como "A perder de vista" que a história é tão real, que você não se admira,mas se assusta, por ser algo do dia a dia, tão comum, mas que você nunca parou para perguntar o que se passa na vida daquela pessoa. No caso o conto retrata a vida de uma mendiga e seu bebê de colo, e a vida de um homem rico e sofisticado. 
Mal conseguindo se ajeitar para pegar duas moedas perdidas num canto qualquer do paletó e lança-las sem interesse sobre o prato raso esquecido na calçada.Sem se dar ao trabalho de virar o rosto,por completo desinteresse...continuou seu caminho rumo a vida de fartas oportunidades para poucas pessoas. Conto 6 - A perder de vista.

Bom, os contos são maravilhosos, admito que uns mais que outros, porém todos em um ótimo nível, o livro é bem fininho, a leitura é tranquila o modo de escrita do Adriano não é complexa, é de fácil entendimento. Os meus contos favoritos foram Faltou-me (1,2,3 e 4) onde é relatado diferentes épocas da vida, e momentos onde o Ar vem a faltar. No nascimento, em um beijo, no casamento e por fim, no descanso eterno. 

Incrível que quando se termina o livro, a sinopse fica algo tão claro! 
 Enfim, quer saber onde comprar?
Saraiva - Clique aqui!
Submarino- Clique Aqui!
Travessa- Clique Aqui!
Amazon-Clique Aqui!


OBS: QUER? ME SEGUE NO INSTA OU FICA DE OLHO QUE TERÁ SORTEIO 


Abraços e beijos da Tay.
XOXO

A Lista Negra - Jennifer Brown


Olá Olá Sonhadores.
Título: A Lista Negra
Autor: Jennifer Brown
Páginas: 272

 Sinopse: 
E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão.



"As pessoas fazem isso o tempo todo - acham que "sabem" o que está se passando na cabeça de alguém. Isso é impossível. É um erro achar isso. Um erro muito grande. Um erro que, se você não tiver cuidado, pode arruinar sua vida." Pág. 25
E se o cara que você ama, que você confia, que é o seu parceiro, matasse várias pessoas no refeitório da escola, e depois apontasse a arma para a própria cabeça e abrisse fogo? 
Em a lista negra iremos conhecer Valerie Leftman, uma garota que frequenta o ensino médio na escola Garvin, ela e o namorado Nick Level são alvos frequentes de bullying. Por conta das gozações, apelidos indesejáveis, piadas de mal gosto ela decide anotar os nomes das pessoas que a deixam mal, ou até olham torto pra ela, em um caderninho apelidado de "A lista negra" dividindo o mesmo apenas com o seu namorado. 
Nick, é o tipo de cara considerado um Loser, menos aos olhos de Valerie, ele tem o estilo despojado, magro, alto e com uma apreciação pela morte. Tal como ler livros que abordem este tema, por exemplo os romances de Shakespeare como Romeu e Julieta ou Hamlet. 
Mas obviamente Valerie não levava a sério, ela até pensava que aquilo fosse um código só deles,que nada poderia ser real. Seria loucura se algo que ele falasse fosse real. Como querer por um fim na vida de alguém. 
Mas assim foi feito, no dia 02 de maio, Nick e Valerie entraram no refeitório e com uma arma de fogo ele começou a atirar em um por um que estava listado na "lista negra". A lista tinha sido ideia da Val, mas ela não queria que ninguém morresse, ela não podia saber o que se passava na cabeça de Nick, ela não sabia que ele estava levando tudo a sério, ela não sabia que o Nick, o seu doce Nick que a levantava pelos braços e a beijava com ternura podia fazer algo monstruoso como uma chacina, ela não sabia que ele podia atirar contra ele mesmo e a deixar sozinha para enfrentar toda a barra, mas ele fez. Como foi citado acima, é um erro achar que sabe o que está se passando na cabeça de alguém.

Mas ela tentou intervir, e "sem querer" Nick atirou na perna dela, quando ela se jogou em cima dele, impedindo que ele atirasse em uma de suas piores inimigas do colégio.
Depois que tudo aconteceu, ela teve que enfrentar o peso do mundo nas costas, pois detetives, o pessoal do colégio e os próprios pais acreditavam que tudo aquilo tinha sido planejado por ela, e de certa forma ela ficou confusa sobre isso também, já que os alvos, eram as pessoas da lista criada por ela. Por tanto durante o livro acompanhamos os encontros dela com o Dr Hieler. 
Primeiro, você passa por tudo isso, é baleada, perde uma pessoa que ama. Tudo fica arruinado, escola, família, amigos, e, agora, você está presa num consultório com um psiquiatra doido que quer entrar na sua cabeça. pag.:121 

É bem triste e pesaroso acompanhar a vida de Valerie após o incidente, pois ela volta para a escola, mas nada é como era antes. Até sua melhor amiga se afasta, imagina os outros, aqueles que não morreram mas ficaram com sequelas, aqueles que ainda tem pesadelos todos os dias assim como ela, ninguém entende e nem procura entender que ela ficou tão chocada quanto todos, até mas, porque foi o namorado dela.

A forma como a escritora aborda o assunto é de uma forma tão real, tão assustadoramente real, que eu tive pesadelo com o ocorrido no livro, eu imaginei que era eu, bem ali no refeitório da escola e passando por todo aquele mar de sangue, tiro, pessoas correndo, e desespero. Na sinopse do livro fica claro, que se trata tanto de Bullying como de suicídio, mas ler o livro com certeza faz toda a diferença, porque é assustador como a vida de alguém pode mudar da água para o vinho em questão de minutos, como a sua própria família fica com dúvidas quanto as suas palavras e ações, imagina todos os outros ao seu redor.
O tempo nunca acaba. Como sempre há tempo para a dor, também sempre há tempo para a cura. É claro que há. - pag.:179 

Então essa é a dica de livro que eu trago, que vale a pena ser lido e tirar dele uma lição de vida, até mesmo o Nick que foi um "monstro" por matar pessoas a sangue frio, será que ele não pode ser considerado também uma vítima ? As vezes a sociedade alimenta monstros, com palavras pesadas, como atos considerado bullying.


Abraços e beijos da Tay.
XOXO



Harry Potter e a Pedra Filosofal - livro X filme

 Olá Olá Sonhadores.
Decidi fazer esse post, sei que já tem vários por ai, até porque Harry Potter é uma série antiga e muito famosa, mas eu, "que rufem os tambores" nunca tinha lido. Até que eu ganhei o box e enfim "aleluia" em pleno 2016 eu iniciei.
Assim que terminei de ler Harry Potter e a Pedra filosofal, fui rever o filme para ter uma noção da diferença e irei citar algumas aqui pra vocês: 

OBS: É uma comparação então certamente irá ter spoiler's , tanto do livro, quanto do filme. 

Antes de tudo sei que é uma adaptação e o post é apenas para comparar as diferenças de ambos, não para desmerecer o filme. 

O inicio do filme e livro são diferentes, pontos para o filme por sinal, toda aquela descrição no livro sobre os Dursley e até sobre o trabalho do Tio Válter é um porre. Então no filme cortar logo pra parte que realmente importa que é a chegada do Harry na casa dos trouxas* (não bruxos) é algo a se apontar como positivo!
-
Livro: Quando a Hermione Granger conhece Harry, dentro do expresso para Hogwarts, ela observa Rony fazer um feitiço simples, tentando mudar a cor do Perebas (rato) para amarelo, porém o feitiço não dá certo, ela se gaba dizendo que consegue fazer feitiços simples, mesmo vindo de uma família de trouxas.
Filme: A Hermione entra no vagão do Harry e Rony, observa o Rony fazer a magia e não ter sucesso e usa o feitiço "Oculus Reparo" em Harry e conserta o óculos do mesmo. (Feitiço que repara um objeto danificado, porém não apareceu no livro, pelo menos não nessa parte) 
-
Livro: Quando o Chapéu Seletor foi colocado sobre um banquinho ele se apresentou aos alunos cantando e  falou as características das quatro casas de Hogwarts: (Grifinória, Lufa-Lufa,Corvinal e Sonserina) Harry foi selecionado antes de Rony.
Filme: O chapéu não se apresenta e a Prof. Minerva apenas orienta os alunos que o chapéu irá selecionar a casa de cada um. E Rony é selecionado antes que Harry, creio que para causar um suspense no filme haha.

-
Livro: Harry sabe sobre o "Caso Gringotes" quando Rony menciona sobre o mesmo ainda no trem, e depois quando vai a casa de Hagrid quando ele olha em cima da mesinha e tem a notícia recortada do Profeta diário* (jornal dos bruxos) 

Filme: Rony recebe o jornal Profeta Diário no correio corujas e o Harry pede pra dar uma olhada no jornal e fica sabendo sobre o ocorrido no banco Gringotes.
 -
Livro: O correio coruja trás um embrulho grande para o Harry, se não me engano são umas 6 corujas que o carregam. E um bilhete que dizia o seguinte:
Não abra o pacote a mesa. Ele contém a sua nova Nimbus 2000, mas não quero que todo o mundo saiba que você ganhou uma vassoura ou todos vão querer uma. [...] Prof. Minerva McGonagall. 
Filme: Harry recebe o pacote que é trago somente pela Edwiges (coruja), sem nenhum bilhete,e o abre na hora revelando para todos que ali estavam que ganhou uma Nimbus 2000. 
-
Livro: Hagrid ganha um ovo de dragão, que como o Rony cita no livro, foi proibido a criação de dragões pela convenção dos bruxos de 1709, e para ajudar o Hagrid a não se ferrar, eles bolaram um plano para se livrar do dragãozinho, e então Rony mandou um correio coruja para o irmão Carlinhos que estuda dragões na Romênia,perguntando se o mesmo poderia cuidar do dragão, ele responde que sim, e os meninos mandam o filhote de dragão pelos amigos de Carlinhos que estão indo para o mesmo destino. 
Filme: Dumbledore resolve a situação facilmente enviando o dragão para Carlinhos. (No filme não cita nada sobre ser proibido a criação de dragões) 
-
E por fim, uma das cenas finais onde:
Para passar pelo FOFO (cão de Hagrid, de 3 cabeças) é preciso acalmar o bichinho com uma canção que ele logo adormece. E Harry,Rony e Hermione querem pegar a pedra filosofal antes que alguém pegue para o mal.
Livro: Harry usa uma flauta que ganhou do Hagrid, assim eles passam facilmente, mas caindo no alçapão são presos por uma planta chamada Visgo do Diabo, que de acordo com o livro de Herbologia a mesma não gosta de umidade e de escuridão, então Hermione usou um feitiço para lançar chamas e conseguiram se soltar do Visgo. Logo após eles avistam pássaros no formato de chaves, onde precisam escolher o certo para destrancar uma porta, facilmente Harry avista a chave e os três usam vassouras para poder cercar a chave para que ela não fuja. Depois tem a partida de xadrez onde Rony se machuca pois ele "se sacrifica no jogo" para poderem ganhar a partida.
Logo Harry e Hermione seguem, (Rony fica ferido então não consegue ir com eles) onde encontram a "dificuldade" imposta por Snape onde para passarem precisavam decifrar uma lógica, haviam 7 garrafas em uma mesa, e um papel onde tinha uma charada, e em apenas uma das garrafas havia a porção que fazia com que passasse para o outro lado onde encontraria a "pedra filosofal". Hermione matou a charada e Harry seguiu adiante.
 Quem se encontrava na sala era Quirrell (professor de defesa contra as artes das trevas) no qual estava sendo usado por Lord Voldemort para roubar a pedra e conseguir ser imortal.
Também no livro Harry toca Quirrell e não consegue ver o que acontece só quando acorda na enfermaria e Dumbledore conta que Quirrell morreu e que a pedra foi destruída.
-
Essa cena final ocorre da seguinte maneira, (não irei narrar novamente,apenas destacarei os fatos que foram diferentes)
No filme: 
  1. Harry, Rony e Hermione passam pelo cão de 3 cabeças sem precisar tocar nada, pois na sala tem uma harpa enfeitiçada que fica tocando sozinha, colocada lá por Quirrell.
  2. Quando caem sobre a planta Hermione pede para que eles fiquem tranquilos que a planta irá solta-los pelo contrário irão ter uma morte lenta, Hermione e Harry conseguem ser soltos pelo Visgo do diabo, menos Rony e Hermione faz o feitiço do fogo/luz e a planta solta Rony. (no livro não falava nada sobre ficar calmo e a planta soltar o individuo aprisionado)
  3.  Na parte de pegar a chave-pássaro, só tem uma vassoura (diferente do livro que os três voaram ou seja teria no mínimo 3 vassouras) e as chaves começam a seguir Harry enquanto ele tenta pegar a chave correta (diferente do livro que as chaves não fazem nada, só voam afinal são pássaros, mas não seguem)
  4. Não tem a parte da lógica onde Hermione desvenda a charada do Snape, (isso me deixou triste, Hermione foi brilhante, ganhou 50 pontos para Grifinória por isso no filme, mas não apareceu a cena em si) 
  5. Harry mata Quirrell e ainda consegue ver o vulto de Voldemort passando por ele antes de ser derrubado e desmaiar. (no filme ele não sabe nem o que aconteceu com Quirrell) 




 Enfim amores é isso, com diferença ou não(pois repito sei que é uma adaptação e isso é apenas uma comparação) o filme é fantástico eu já tinha assistido várias vezes, mas nada foi tão mágico quanto conseguir perceber as diferenças, até conversei com uma amiga que já leu toda a série, e ela disse que o primeiro é o que menos tem essas diferenças. 
Estou muito ansiosa para ler e trazer a "comparação" dos outros para vocês, conta ai nos comentários se lembra de mais diferenças do filmeXlivro.
E espero ser bem vinda no mundo dos fãs de Harry Potter ♥.


Abraços e beijos da Tay.
XOXO

Amigo secreto de Páscoa!

Olá Olá sonhadores 
quem não gosta de um bom e velho amigo secreto?
Graças ao instagram (@umlivro_umsonho) e ao blog, tive o prazer de conhecer umas pessoinhas legais por demais, e sempre que dá, inventamos um pretexto pra trocar livros, independente da época ou data comemorativa. 
Enfim chegou a páscoa e com a distância obviamente não poderíamos trocar chocolate (o que foi uma pena :/) mas como bons e velhos amantes da leitura decidimos fazer um 
"Amigo secreto de páscoa"
Eu tireia a Emys do idmisteriosa e a One do onebooksoficial me tirou, e eu quis compartilhar com vocês o que ela me mandou! 
(sim eu sei que a páscoa já passou faz tempo,deixem passar esse pequeno detalhe)

1ºCrepúsculo-Stephenie Meyer
Eu ainda não tinha crepúsculo, e entre uma conversa e outra eu citei isso, e a One atenciosa como só ela, acabou me mandando, agora só falta Lua Nova pra minha saga ficar completa ♥ in love


2ºMisery-Stephen King
OMG se eu amo os livros do king? sim eu amo! E não vejo a hora de começar a ler esse novo bebê, boatos de que é maravilhoso.
Sinopse:Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho. A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegarão ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, em Misery – Louca obsessão, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.

3ºCaixa de Pássaros-Josh Malerman
A filha da One (Rafiza♥) me presenteou também com um livro que eu queria há um tempão.
Sinopse:Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.

Como pode esperar que seus filhos sonhem em chegar às estrelas se não podem erguer a cabeça e olhar para elas?

4ºEntre o Amor e a Paixão-Lesley Pearse
AHHHHHHHHH! Esse livro é a continuação do livro Belle, um dos livros favoritos da One, sabe aquele ditado "esse livro é tão bom, que meus amigos precisam ler!" então... ela mandou para uns amigos,e eu li ele em três dias ♥ um pequeno tijolo de 560 págs (em breve terá resenha aqui) !
A sinopse contém spoilers por ser uma continuação, então não irei colocar aqui,farei um post especial falando dos dois livros.

5ºNunca Jamais-Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Ah, nem preciso dizer o quanto eu queria esse livro, por Deus, desde que era um "boato" eu já queria kkk sempre assim com qualquer coisa que seja escrita pela CoHo ♥
Sinopse:Charlie Wynwood e Silas Nash são melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram… Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar. Charlie e Silas precisam trabalhar juntos para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com eles e o porquê. Mas, quanto mais eles aprendem sobre quem eram, mais questionam o motivo pelo qual se juntaram no passado.

Ah os mimos ♥ Essa torre maravilhosa

Pássaro com gaiola, a minha estante ficou tão linda com ela ♥    

E esses bottons *o* 



Post-its / flags / marcadores do ig/blog ,enfim 
tudo um amoooor ,
Obrigada One,eu amei cada detalhe!




Abraços e beijos da Tay.
XOXO



"Resenha: O garoto dos olhos Azuis"


Olá Olá sonhadores,em uma dessas conversas sobre a vida, uma das minhas amigas observou que fazia um bom tempo que eu não postava resenhas e foi a hora de colocar a mão na consciência(quero um grilo falante na minha vida,entendedores entenderão)  e perceber que estou em falta com vocês.
Para me redimir eu disse em seguida "vou fazer uma agora mesmo" eu poderia ser uma pessoa normal e pegar o último livro lido porque todas as informações estariam fresquinhas, mas olhei pra estante e vi "O garoto dos olhos azuis" quase me encarando, e eu pensei, preciso falar desse livro pro mundo! Como se muitas pessoas já não tivessem feito isso, mas eu precisava também, por que sim! 


Olha essa capa que maravilhosa! E logo ao lado podemos observar uma tentativa (falhaporsinal) de uma garota de cabelos loiros com um pangaré que deveria ser um cavalo branco !
(mas é tudo uma questão de ponto de vista, deixem passar dessa vez ok?)

Autor: Raiza Varella
Páginas: 349
Editora: Pandorga Editora
Nota: 5/5

Enfim, podemos dizer que a Bárbara é mais uma das iludidas pela disney acho que ela não estava tão feliz com os contos de fadas que sempre mostram aquele belo final feliz:
Hoje mataria com minhas próprias mãos a Cinderela se tivesse a chance de encontrá-la passeando de abóbora; seguraria a cabeça da Ariel fora da água até ela sufocar e riria até me dobrar se a fera devorasse a bela. Todos aqueles contos de fadas entorpeceram minha mente e me fizeram crer que um dia, quando eu virasse a esquina, daria de cara com um príncipe montado em um cavalo branco.
 Ah mas quem não quer não é mesmo? Se apegar na esperança de que o príncipe uma hora vai chegar e te colocar no cavalo branco e cavalgar com você até o castelo onde vão ser felizes para sempre! 
Bárbara acreditou, mas a vida fez uma bela de uma continuação de "Jogos Vorazes" com a coitada, e dessa vez ela era a protagonista.
Quando ela era novinha por volta de uns 6 anos de idade, Babi foi para um casamento, e quando a noiva entrou na igreja ela não tirou os olhos do noivo, isso mesmo, ela fixou seu olhar no olhar do noivo, e o olhar era tão intenso que a partir desse dia em todos os casamentos ela fazia o mesmo e através do olhar do noivo para a noiva ela sabia se aquele casamento iria durar, lembram da cena do casamento do Edward com a Bella (sim,estou citando de um tudo no post de hoje) 
Era um olhar como esse  que ela sempre desejou, no dia que seria um dos dias mais felizes da vida dela, ela iria entrar de branco com um belo buque de rosas amarelas (clássico para as românticas) e o olhar... cadê o olhar? Miguel o cara lindo que ela conheceu há uns três anos em uma cena épica (eu enterraria minha cabeça na calçada se estivesse no lugar dela)  
Você já teve um grande sonho? Um que você imaginou nos mínimos detalhes por uma vida inteira? Com certeza não teria sido daquele jeito que eu imaginei o meu. pag: 19 
Miguel não lançou o olhar de moço apaixonado pelo simples motivo: Ele não estava, ou melhor dizendo, ele estava sim, por uma das melhores amigas de Bárbara.
Imagine só,ser abandonada no dia do casamento e a "amiga" com quem compartilhava o apartamento ser na verdade uma falsiane, que mantinha um relacionamento com o seu noivo, bem debaixo do seu nariz. 

Tá bom ou quer mais? Definitivamente, aquilo foi a gota d'água o que fez ela recordar de quando morava em Florianópolis, um acontecimento antigo que a marcou muito,quando anos atrás um garoto lindo de olhos azuis a salvou de uma humilhação pública e deu a ela rosas e o seu primeiro beijo,(deu tudo isso mas não deu o nome :/ típico) e depois disso o menino sumiu, ela também quis sair daquela cidade e foi fazer faculdade em São Paulo.
Dessa vez, não foi diferente, só que ela quis voltar pra cidade natal, onde estaria perto da mãe. Depois de passar dias dentro de um quarto trancada chorando, sem comer, sem tomar banho, na bad total (olha que o drama é dai pra pior!) surge uma oportunidade dela ir morar com os irmãos (Gustavo e Augusto) e dois amigos, pra fugir do olhar de pena da mãe.
Imaginem só, ela perdeu a confiança nos homens, que de todas as formas acabam a abandonando (que desafortunada), e pra acabar de ajeitar, vai morar em um ap com 4 machões! Lá ela conhece o Ian,e percebe que as vezes os príncipes não precisam vir em um cavalo branco, um jaleco *branco*(ele é cardiologista) já serve,  e entre "tapas" e beijos talvez ela consiga voltar a gostar de alguém novamente. Mas do que merecido até porque ela já tinha passado por poucas e boas até o momento.
(Não imaginem um romance água com açúcar ou uma coisa de uma hora pra outra ok? esses dois aqui não se bicam logo de cara, algo que eu amei!) 
Deus, que eu não tivesse babado na frente daquele homem! OK. Vamos analisar a situação. O cara não era só bonito. Ele tinha aquele tipo de beleza que as pessoas tem até medo. Não era saudável ser tão atraente. Mas os olhos...Os olhos foram o que me prenderam...Azuis da cor do céu. 
 A Raiza explorou tão bem a estória e pisou nos nossos sentimentos, que quando estávamos torcendo pelo casal e fazendo "n" promessas para todos os santos, com o propósito deles  ficarem juntos, lá vem o belo destino trazendo suas reviravoltas e casos inesperados que podem acabar com qualquer esperança que você tenha plantado no coração, destino esse que além de te deixar no chão, te faz pegar uma pá e cavar um buraco porque só o chão é pouco ! 
Mas é isso que torna o livro tão maravilhoso com destreza e muito, mas muito jogo de cintura os personagens vão atrás do tão esperado "final feliz".

 Obs1: Nunca, mas nunca mesmo coma o sorvete dos outros, ainda mais se este for de café!
Obs2: Eu necessito de uma melhor amiga como a Vivian (e se ela tiver um irmão como o Ian, pode colocar no pedido também!) 
Eu me diverti tanto com os diálogos dessas duas, a Vivian era tão "real" que fez com que a Babi colocasse as dúvidas de lado e confiou novamente em uma amiga,super amiga de fato! 
-Que bicho mordeu você? -Perguntou, me dando um beijo estalado na bochecha. -Seu irmão me viu tomando banho e agora não para de me irritar. -Assim,logo de cara? Nem pagou um jantar antes? pag: 95
(desejo que você se encante e se divirta com o meu conto de fadas, o tanto que eu me encantei e me diverti ao escrevê lo, acima de tudo lhe desejo um lindo cavalo branco - Raiza Varella) / sim minhas unhas estão maravilhosas nesta foto, olha, recém pintadas até! 

Pode ter certeza que me diverti e fiquei imensamente encantada. Quero muito o segundo, não vejo a hora de ler sobre o Monstro ♥ (vulgo Augusto / ou devo dizer Augusto vulgo mostro? ♥) 


Mores todo início de capítulo tem frases lindas,(essa é de um amor para recordar ♥)
Segurei-a bem perto de mim, com os olhos fechados, perguntando-me se alguma coisa na minha vida já havia sido tão perfeita, e, ao mesmo tempo, sabendo que não. Estava apaixonado, e a sensação era ainda mais maravilhosa do que eu podia ter imaginado.
 fiquei apaixonada e sim,esse tanto de post it porque devo ter marcado todas as págs, quando digo que "gostei" não é em vão!

Se ficaram interessados podem adquirir o de vocês aqui ô: 


Abraços e beijos da Tay.
XOXO